Que os japoneses são corretos, isto todos sabemos. Portanto, neste artigo trazemos alguns exemplos de como isso pode ser notado em vários aspectos da cultura japonesa.

Abrir conta bancária japonesa é um processo mais burocrático

Para abrir uma conta bancária, toda a documentação precisa estar correta e atualizada. Ok, no Brasil também precisa, mas detalhes que aqui são desnecessários, no Japão têm muita importância. Por exemplo: mudança de endereço.

Toda vez que alguém muda de endereço, é preciso registrar o novo. Enquanto isso não for feito, não é possível abrir a conta, mesmo nos Correios onde há menos burocracia.

Bicicletas no Japão precisam ter cadastro

Muitas pessoas andam de bicicleta pelas ruas japonesas, mas sabia que para ter uma, é preciso registrá-la? Além disso, há locais apropriados para andar de bicicleta na calçada e, caso queira estacioná-la em via pública, é necessário pagar um valor mensal para fazer isso. E caso a estacione no lugar correto, existe o risco de levar uma multa e a bicicleta ser levada e nunca mais devolvida ao dono.

Todos devem respeitar o sinal de trânsito no Japão

Aliás o sinal de trânsito deve ser respeitado. Ainda que esteja aberto, mas não venha carro, o pedestre precisa esperar que ele feche e vice-versa. Caso alguém atravesse a rua no sinal vermelho, pode ser interceptado por um policial que diz em voz alta “SHINGÔ GA AKA!” (o sinal está vermelho). 

As pessoas respeitam os lados das escadas rolantes

As escadas rolantes são divididas entre pessoas que não estão com pressa – que ficam parados a esquerda enquanto a escada se locomove – e os que estão apressados – que ficam a direta e sobem como se fosse uma escada normal. Embora essa separação também exista no Brasil, nem sempre ela é respeitada visto que há pessoas que ocupam os dois espaços, principalmente famílias e casais. E por falar em casais…

Relacionamentos no Japão demoram mais para acontecer

Os relacionamentos no Japão são bem diferentes do Brasil. Enquanto muitos brasileiros se conhecem e iniciam uma relação (mesmo que seja casual) no mesmo dia, para os japoneses o processo é mais devagar. Até o casal se formar, pode levar semanas ou mesmo meses.

Os mercados japoneses dão até o último centavo do troco

“Posso ficar te devendo dois centavos?” – esta pergunta muito comum de se ouvir em mercados brasileiros nunca será feita no comércio japonês. Seja numa loja de conveniência ou num supermercado, se o troco for de 1 centavo, ele será dado ao cliente. 

Alguns restaurantes japoneses não permitem juntar as mesas

“Posso juntar as mesas?” – se uma pessoa perguntar isso a um garço, a resposta poderá ser “não”. Embora não exista nada de errado em juntar as mesas, isso foge do padrão correto que os japoneses estão disciplinados a seguir, por isso, garçons e atendentes pedem para não fazê-lo.

Há dias específicos para jogar o lixo fora no Japão

O lixo tem dia certo para ser jogado fora e precisa ser classificado em: queimável, não-queimável, garrafas plásticas, garrafas de vidro e latas. Portanto, é preciso separá-lo bem e estar atento porque há dias específicos para jogar fora determinado tipo de lixo. Inclusive, quem mora em casa – sobretudo no interior – pode ter o lixo devolvido se não tiver separado-o corretamente.

Não se pode fumar em lugares abertos no Japão

Em muitos locais públicos e abertos não é permitido fumar a fim de prevenir que bitucas de cigarro se acumulem pela rua. Em contrapartida, fumar em alguns ambientes fechados, como restaurantes, por exemplo, é permitido. Por essa razão há quem considere que o Japão oferece as melhores condições aos fumantes.

Cliente no Japão é tratado como rei

Em qualquer estabelecimento, o cliente é sempre recebido com um irasshaimase (que significa “bem-vindo”) e atendido com muita cordialidade. É claro que isso pode fazer com que o atendimento seja menos personalizado e um pouco mais “robótico”, diferente do que se vê em muitos países ocidentais.

E estes foram apenas 10 exemplos da cultura japonesa que comprovam o quanto os japoneses são certinhos. E se você conhece outros que poderiam estar neste post, deixe um comentário e conte pra gente!

Comments

comments